Polícia

Polícia Civil apura possíveis prejuízos de motoristas com multas aplicadas por radar em Dracena

Equipamento está instalado no km 646 da Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294). Perícia foi requisitada para analisar o aparelho.

A Polícia Civil registrou nesta quarta-feira (28) um Boletim de Ocorrência para resguardar o direito de condutores que se sentiram lesados com relação as multas aplicadas no radar existente no km 646 da Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), em Dracena.

A polícia informou que passou a receber diversas ligações de pessoas que buscavam informações com relação ao funcionamento ou não do radar existente na SP-294, instalados no km 646, uma vez que tal equipamento, segundo os populares, continha anteriormente informações de que seria apenas destinado a coleta de informações relacionadas pesquisa de controle de tráfego.

Os populares ainda informaram que, segundo notícias divulgadas nesta quarta-feira pela imprensa local, o referido equipamento estaria, há alguns dias, promovendo autuações (descumprimento dos limites de velocidade aplicáveis naquele trecho).

Inclusive, alguns dos reclamantes disseram que em pesquisas no site do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) era possível verificar as autuações lavradas pelo equipamento, de acordo com a Polícia Civil.

Alguns dos reclamantes também informaram à polícia que não haviam placas indicando a existência da fiscalização nos termos da Resolução Contran n.º 396/2011.

Por conta disto, policiais civis compareceram ao local e requisitaram o comparecimento da equipe de perícias para realização de exame pericial com o objetivo de comprovar as irregularidades narradas.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, cópias da ocorrência serão enviadas ao DER, à empresa Eixo SP, bem como ao Ministério Público, a fim de que as possíveis irregularidades informadas sejam analisadas.

O G1 solicitou posicionamentos da concessionária Eixo SP e do DER sobre o caso, mas ainda não obteve respostas.

Fonte: G1 Presidente Prudente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios