Polícia

Homem é indiciado por ‘sextorsão’ depois de ameaçar publicar fotos de mulher nua

Vítima relatou à Polícia Civil que o chantagista exigiu dinheiro para que não divulgasse as imagens. Caso foi registrado em Flórida Paulista.

Um homem foi indiciado por extorsão após ter exigido dinheiro e que uma mulher saísse com ele, em Flórida Paulista. Conforme a Polícia Civil, ele ameaçou publicar fotos da vítima nua em uma rede social. O caso foi esclarecido e divulgado nesta quinta-feira (18).

Ainda segundo a corporação, a mulher relatou que iniciou uma amizade com um homem pelas redes sociais no mês passado. Eles trocaram mensagens e fotos por meio de um aplicativo. Porém, ela disse que o rapaz passou a fazer chantagens e exigiu dinheiro para que ele não publicasse duas fotos dela nua em uma rede social.

A Polícia Civil informou que o indiciado não exigiu uma quantia específica, mas disse apenas que “queria grana”. A mulher contou que falou ao homem que pegaria dinheiro com seu marido e que o rapaz desistiu da chantagem e falou que não queria mais dinheiro, apenas que ela saísse com ele.

Ela negou e procurou a Polícia Civil. O rapaz foi identificado e indiciado por extorsão, teve o celular apreendido e deve responder pelo crime em liberdade.

‘Sextorsão’

A Polícia Civil alerta para que a população tenha muito cuidado com relacionamentos virtuais, evitando trocar mensagens e imagens de cunho íntimo com pessoas desconhecidas.

“Muitos casos culminam em práticas que hoje recebem o termo de ‘sextorsão’, onde a pessoa passa a ser vítima de chantagens para que sua intimidade não seja revelada publicamente. Também ocorrem casos onde uma pessoa tem sua intimidade revelada pelo ex-companheiro(a) como vingança pelo fim de um relacionamento (revenge porn)”, informou a corporação.

Em qualquer dos casos, a vítima deve procurar a delegacia mais próxima e denunciar a prática para que o caso possa ser apurado. As mulheres podem também procurar as Delegacias de Defesa da Mulher (DDMs), especializadas em apuração de crimes relacionados a violência contra a mulher.

Fonte: G1 Presidente Prudente

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios