Geral

Leonardo DiCaprio e as queimadas! É sério isso Produção?

Uma breve análise sobre algumas falas do Presidente Bolsonaro sobre Leonardo DiCaprio

“Falácia – substantivo feminino. FILOSOFIA no aristotelismo, qualquer enunciado ou raciocínio falso que, entretanto, simula a veracidade; sofisma. Ex.: Eu não gosto de ONGs. Léo ajudou uma ONG. Logo, eu não gosto de Léo.”

 

Dias atrás, o Brasil ganhou novamente os holofotes de Hollywood, mas desta vez não foi por nenhum filme e sim por uma transmissão ao vivo do Presidente Jair Bolsonaro. Na referida transmissão, onde se versava sobre a Amazônia, sobrou “acusação” até para o ator Leonardo DiCaprio. Para que não restem dúvidas, vejamos parte do que fora falado sobre ele:

“O pessoal da ONG, o que eles fizeram? O que é mais fácil? Botar fogo no mato. Tira foto, filma, a ONG faz campanha contra o Brasil, entra em contato com o Leonardo DiCaprio, e então o Leonardo DiCaprio doa US$ 500 mil para essa ONG. Uma parte foi para o pessoal que estava tocando fogo, tá certo? Leonardo DiCaprio tá colaborando aí com a queimada na Amazônia, assim não dá[1] (Grifo nosso)

Bem, entendo e respeito a opinião político-partidária de todos, mas acredito e defendo que tais posturas adotadas nos últimos tempos não são compatíveis com a de um Chefe do Executivo ou mesmo de qualquer liderança política (seja deste ou daquele partido, seja ensacando o ar ou saudando a mandioca!). A propósito, existem problemas um tanto mais urgentes a serem tratados, do que uma doação de um artista a ONG X ou Y! Concordam?

E claro, com tal fala, a internet acabou não perdoando novamente! O assunto ficou entre um dos mais comentados do twitter, virou meme nas outras redes sociais e acabou sobrando até para o Titanic (descobriram o responsável pelo naufrágio). Mas, infelizmente “lá fora” a mídia não perdoou e novamente o Brasil acabou virando motivo de piadas nos principais meios de comunicação. Conforme já escrevi por aqui ou ali, esta não é a primeira e nem será a última “peróla” de tal Governo. A questão por enquanto, é ficar a imaginar qual será a próxima “vergonha alheia”.

Enfim, mesmo com piadinhas aqui e ali, é triste ver a que ponto chegamos na “República do Twitter”. Onde a “lógica” está sendo utilizada somente para gerar “falácias e mais falácias”. Mas, devo dizer-lhes que isto só ocorre por lá! Por aqui, não estamos passando nenhum “perrengue[2]”. Ao contrário, estamos a degustar um “belo e saboroso churrasco”, “pois a carne estava muito barata!”[3] Ah, e até convidamos o DiCaprio para ficar na churrasqueira, afinal, disso ele entende!

[1] Conferir em: <https://www.bbc.com/portuguese/internacional-50614409> Acesso em: 01/12/2019.
[2] Conferir em: <https://istoe.com.br/heloisa-bolsonaro-diz-que-passa-perrengue-com-o-salario-do-marido-eduardo/> Acesso em: 01/12/2019.
[3] Conferir em: <https://veja.abril.com.br/economia/carne-estava-muito-barata-e-patamar-nao-voltara-ao-que-era-diz-ministra/> Acesso em: 01/12/2019.

Tiago Rafael dos Santos Alves
Professor, Historiador e Gestor Ambiental
Membro Correspondente da ACL e AMLJF
tiagorsalves@gmail.com

 

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios