Esportes

Atleta do Oeste Paulista compõe time de hipismo do Brasil bronze no Pan e garantido em Tóquio

Cavaleiro João Paulo dos Santos, natural de Rancharia e morador de Martinópolis, traz de Lima, no Peru, segundo bronze da carreira nos Jogos Pan-Americanos

Para aqueles que não o conhecem ainda, o cartão de apresentação vem em grande estilo. Ou melhor, uma nova e importante medalha para a carreira no hipismo faz esse trabalho. Natural de Rancharia e morando em Martinópolis, o cavaleiro João Paulo dos Santos foi um dos integrantes da equipe brasileira que ficou com o bronze no adestramento nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru, ao competir com o cavalo Carthago Comando SN.

A medalha foi conquistada na última segunda-feira (29), quando a equipe teve um aproveitamento de 408,791% e ficou atrás do Canadá (segundo colocado) e dos Estados Unidos (primeiro). Além do ranchariense, o quarteto contou com João Victor Marcari Oliva (filho da ex-atleta de basquete Hortência), Leandro Aparecido da Silva e Pedro Manuel Tavares de Almeida (saiba mais sobre a conquista). João Paulo teve o melhor aproveitamento entre os quatro.

> Direto de Lima, João Paulo agradece à torcida do “nosso interior”; vídeo

João Paulo (1º à dir.) fez parte do quarteto de bronze, que ainda teve João Victor Marcari Oliva (1º à esq.), filho de Hortência — Foto: Jonne Roriz/COB
João Paulo (1º à dir.) fez parte do quarteto de bronze, que ainda teve João Victor Marcari Oliva (1º à esq.), filho de Hortência — Foto: Jonne Roriz/COB

Com o resultado, o atleta do Oeste Paulista também ajudou o Brasil a garantir uma vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio, no Japão, em 2020. Inicialmente, apenas os dois primeiros colocados garantiriam lugar. Mas, como os EUA já haviam vencido os Jogos Equestres Mundias de Tryon 2018, os brasileiros herdaram a segunda vaga.

Em 2015, o cavaleiro do Oeste Paulista havia chegado, pela primeira vez, ao mesmo feito com a equipe brasileira nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá (veja aqui, em uma reportagem do GloboEsporte.com na época, um pouco mais sobre a conquista naquele ano).

No currículo, João Paulo dos Santos ainda tem duas medalhas de ouro nos Jogos Sul-Americanos: em 2018, na Argentina, e em 2014, no Chile. Ambas nas disputas por equipe.

Cavaleiro exibe a medalha conquistada em Lima — Foto: Cedida
Cavaleiro exibe a medalha conquistada em Lima — Foto: Cedida

Fechando a participação dele no Pan, na quarta-feira (31), o ranchariense de 36 anos terminou como o melhor brasileiro no individual, ao ficar no oitavo lugar, com 72,685%.

– Foi bastante positivo, e, mais uma vez com a graça de Deus, deu tudo certo. A equipe foi à luta, e a gente buscou mais uma medalha de bronze, o que não é fácil. Foi difícil, foi suado, mas a gente conseguiu com bastante empenho. Estou feliz, bastante feliz. A equipe está muito contente, conseguimos a vaga para a Olimpíada – comentou o cavaleiro.

Na sequência, seletivas serão feitas, com o objetivo de formar o time brasileiro de adestramento que irá a Tóquio no ano que vem.
João Paulo dos Santos teve compromissos no Pan nesta semana — Foto: Luis Ruas / CBH
João Paulo dos Santos teve compromissos no Pan nesta semana — Foto: Luis Ruas / CBH

Caratê

 

A região tem também como representante nos Jogos Pan-Americanos a carateca Valéria Kumizaki, de Presidente Prudente. As disputas na modalidade estão marcadas para os próximos dias 9, 10 e 11.

Por João Paulo Tilio e Paulo Taroco

Fonte: TV Fronteira

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios