Economia

Governo de SP realiza leilão de lote de rodovias no trecho Piracicaba-Panorama

Maior concessão de rodovias já realizada no país, trecho tem 1.273 quilômetros e previsão de investimento de R$ 14 bilhões

Nesta quarta-feira (8) o Governo do Estado de São Paulo realiza o leilão do lote de rodovias estaduais paulistas Piracicaba-Panorama. Com 1.273 quilômetros, trata-se da maior concessão rodoviária do país. A concessão de 30 anos prevê investimentos de R$ 14 bilhões para a infraestrutura rodoviária que atravessa São Paulo desde a região de Campinas até o extremo oeste do Estado, na divisa com o Mato Grosso do Sul.

Para incluir ainda mais investimentos e serviços, assim como uma série de benefícios tarifários, uma das estratégias adotadas foi abrir mão de um potencial de outorga estimado em R$ 2 bilhões e estabelecer o valor de R$ 15 milhões como lance mínimo para a disputa. A entrega das propostas está prevista para a partir das 9 horas, na sede da B3, na Praça Antônio Prado, 48 – Centro, em São Paulo.

Entre as intervenções previstas estão 600 quilômetros de duplicações e novas pistas (contornos urbanos). Também haverá faixas adicionais e vias marginais, entre outras, obras que melhoram a fluidez, o escoamento da produção regional e a segurança viária. Serão implantados, ainda, acostamentos, novos acessos e retornos, recuperação de pavimento, passarelas e ciclovias.

Além das obras estipuladas em edital, o projeto prevê que a cada quatro anos sejam realizadas revisões que possam adequar novos investimentos nas pistas. Assim, poderão ser antecipados ou feitos novos investimentos, como duplicações e faixas adicionais de acordo com a avaliação de demandas mais prementes.

O modelo tarifário da nova licitação prevê desconto de 5% para os usuários do pagamento automático. Além disso, a grande inovação tarifária da nova concessão é o Desconto de Usuário Frequente (DUF), modelo inédito no Brasil e que irá beneficiar os motoristas que utilizam o trecho rodoviário com maior frequência, principalmente moradores de pequenas cidades que usam as rodovias quase que diariamente para acessar a rede de comércio e serviços de municípios vizinhos. O conceito do novo modelo é o de que quem usa mais paga menos.

Fonte: Portal do Governo do Estado de São Paulo

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios