Cidades

Comitiva da América Central chega a Adamantina para lançamento de projeto ligado ao Euroclima+

A comitiva de prefeitos, pesquisadores e delegados da Comunidade Trinacional Fronteiriça Rio Lempa (Mancomunidad Trinacional Fronteriza Río Lempa, no nome original em espanhol, composto por nove municípios da Guatemala, El Salvador e Honduras, países da América Central), já está em Adamantina para conhecer experiências e boas práticas de gestão pública local em segurança alimentar e produção resiliente de alimentos.

A entidade lidera um consórcio em parceria com o Centro Universitário de Adamantina (UniFAI), a Prefeitura de Adamantina e o Centro Universitário de Oriente da Universidad San Carlos, na Guatemala, que elabora um projeto de pesquisa com foco na produção resiliente de alimentos frente à mudança climática, integrante de um programa de cooperação regional entre a União Europeia (UE) e a América Latina.

Na manhã desta segunda-feira, 26, os visitantes centro-americanos, acompanhados do prefeito adamantinense Márcio Cardim (DEM), do reitor da UniFAI Prof. Dr. Paulo Sergio da Silva, dos pró-reitores de Pesquisa e Pós-Graduação Prof. Dr. José Aparecido dos Santos e de Extensão Prof. Dr. Vagner Amado Belo de Oliveira, além de secretários municipais, vereadores e equipes técnicas, conheceram as instalações da Merenda Municipal, próximo ao Parque dos Pioneiros, e também mantiveram contato com os produtores rurais da agricultura familiar que fornecem os produtos que compõem a merenda escolar das escolas municipais e estaduais.

No início da tarde, no Gabinete do Paço Municipal, a comitiva internacional participou de uma palestra sobre a “Extensão rural na Agricultura Familiar – desafios, potenciais e sustentabilidade”, ministrada pelo chefe da Casa da Agricultura de Adamantina e engenheiro agrônomo Maurício Konrad. Na sequência, eles foram conduzidos à sede da Associação dos Produtores de Leite de Adamantina e Região (Aplemar), na entrada principal da cidade, para conhecer as técnicas do processamento do leite e segurança alimentar.

Nesta terça-feira, 27, o cronograma prevê reuniões dos representantes da Comunidade Trinacional Fronteiriça Rio Lempa com equipes técnicas da UniFAI para apresentação do projeto que está sendo elaborado em conjunto, além de discutir mecanismos de execução e o plano de trabalho ao longo de 2019. À tarde os visitantes devem conhecer as instalações do Centro Universitário.

Solenidade oficial

Está marcada para as 14 horas desta quinta-feira, 29, no Auditório Miguel Reale, no Câmpus II da UniFAI, a cerimônia de lançamento de um projeto ligado ao Programa Euroclima+ em Adamantina.

O evento deve contar as presenças de representantes da União Europeia, das Embaixadas de El Salvador, Honduras e Guatemala, do Ministério das Relações Exteriores do Brasil e autoridades locais e regionais. O Câmpus II da UniFAI está localizado na avenida Francisco Bellusci, 1.000.

O projeto elaborado pelo consórcio liderado pela Comunidade Fronteiriça Trinacional Rio Lempa (Mancomunidad Trinacional Fronteriza Río Lempa, composto por nove municípios da Guatemala, El Salvador e Honduras) em parceria com a UniFAI, a Prefeitura de Adamantina e o Centro Universitário de Oriente da Universidad San Carlos, na Guatemala, faz parte de um programa de cooperação regional entre a União Europeia (UE) e a América Latina com foco na produção resiliente de alimentos frente à mudança climática.

O valor total de investimento é de ? 1,5 milhão, ou seja, cerca de R$ 6,73 milhões em valores atuais, sendo que a cota da UniFAI e da Prefeitura corresponde a ? 250 mil (? 125 mil ou R$ 560,6 mil para cada parceiro).

O Programa Euroclima+ é organizado pela UE em parceria com a GIZ (Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit, Agência Alemã de Cooperação Internacional) e a Expertise France (Agência Francesa de Perícia Técnica Internacional).

O projeto

O projeto, voltado à produção resiliente de alimentos frente à mudança climática, atende ao chamamento da UE a países latino-americanos e tem como solicitante principal a Comunidade Fronteiriça Trinacional Rio Lempa, uma entidade de direito público (associação de municípios), composta por 25 governos locais de El Salvador, Guatemala e Honduras, localizados em uma região de fronteira conhecida como Trifínio Centro-americano, além da UniFAI, Prefeitura de Adamantina e Centro Universitário de Oriente da Universidad San Carlos, na Guatemala, como co-solicitantes.

Intitulada “Políticas Locais e mecanismos de articulação e implementação de parcerias público-privadas, para a produção resiliente de alimentos, em cadeias de valor agroalimentares no Trifínio da América Central e em Adamantina, Brasil”, a proposta apresentada e aprovada tem como alvo uma ação técnica abrangendo 500 produtores da categoria Agricultura Familiar dos quatro países componentes do grupo.

“O Euroclima vem no sentido de apontar caminhos frente à mudança climática que vem ocorrendo, principalmente levantando formas alternativas e adaptadas para a produção de alimentos, ou seja, um projeto voltado para a questão da segurança alimentar, fazendo com que o alimento chegue à mesa da população sem riscos, com boas práticas agrícolas e preservação ambiental”, explicou o pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UniFAI, Prof. Dr. José Aparecido dos Santos.

Fonte: Daniel Torres / Colaboração: Natacha Dominato

Prefeitura de Adamantina

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios